Redes sociais em tempos de pandemia


Algumas pessoas acham que o caminho mais fácil para receber informações é via comentário do Facebook

O Brasil registra até o momento 159 mortes pelo Novo Coronavírus e 4.579 casos confirmados da doença. O isolamento social é recomendado por todos e a quarentena no Estado de São Paulo foi decretada pelo governado João Doria. A televisão só fala disso, como se prevenir, sintomas e o que fazer, mas mesmo todo mundo falando 24 horas sobre isso, ainda tem pessoas com dúvidas. E assim, algumas delas procuram tirar suas dúvidas de uma maneira mais rápido, via rede social e, algumas vezes, perguntando o mesmo que está escrito em legendas ou dentro da matéria.

Trabalhar respondendo comentários e mensagens em redes sociais, mais precisamente Facebook, Instagram e Twitter, é basicamente um Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), responder dúvidas pontuais, reclamações, e raramente receber elogios.

Sou estagiaria de um órgão público, que está lidando diretamente com prevenções para o vírus, decreto de calamidade pública e na transparência de dados e dá pra ver nitidamente a preocupação da população em diferentes aspectos. No começo do mês de março os comentários e mensagens foram uma loucura, por dia mais de 100 pessoas perguntando como seria o andamento das escolas, se tinha casos confirmados, como ficaria o comércio.

Essas perguntas muitas vezes são respondidas em matérias feitas pelos jornalistas e divulgadas no site oficial, que deveria ser uma fonte de consulta para a população, mas chega a ser frustrante receber dúvidas sobre algo que foi divulgado, ou até está em legendas de publicações. Ao meu olhar de estudante de jornalismo é que vamos escrever muito, mas quase ninguém irá ler. Nesse período de pandemia também começou a campanha de vacinação contra influenza em idosos e profissionais de saúde, e faz com que a nossa atenção seja redobrada para deixar os questionamentos da população sem que tenha outra interpretação, por que isso pode gerar o começo de uma fake news e, nesse momento não precisamos de outro inimigo além do COVID-19.

Trabalhar no SAC das redes, é difícil, por que ficamos carregadas, com dor de cabeça por causa da cobrança dos munícipes, parece clichê, mas quando recebemos e lemos um elogio por alguma coisa que foi concluída é gratificante e resume o por que é importante o nosso trabalho!

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
SOBRE NÓS

O Site do curso de Comunicação Social da UniFaccamp.

Aqui você encontra os últimos trabalhos realizados pelos alunos e noticias sobre a área de comunicação.

Contato

(11) 4812-9400

Rua: Guatemala, 167

Jardim América

CEP 13231-230

Campo Limpo Paulista - São Paulo

Prédio 2

 

estudiofaccamp@gmail.com

Logotipo UNIFACCAMP-01.png

© 2017 Criado por Comuniquetres.