Buscar
  • Yasmim Dorti

Louveira recebe cerca de 6 mil pessoas em evento de cultura pop

O Lovcomics, evento de cultura geek e nerd, foi realizado em dois dias, reunindo palestras, concursos cosplay e muito mais

Por: Yasmim Dorti - 27 de maio de 2022 às 17h35


A cidade de Louveira recebeu, no último sábado (21) e domingo (22), o primeiro LovComics, evento de cultura pop, geek e nerd, organizado pelo JundComics que ocorreu nas dependências da Secretaria de Cultura e Eventos da cidade com atrações, concursos, vendas de produtos, praça de alimentação e palestras.


Segundo a organização, cerca de 6 mil pessoas circularam pelo espaço durante os dois dias de evento e puderam acompanhar palestras como “Mulheres nos Games” com Marina Chao e Robertinha, “Mundo Otaku” com Lia e Gio, “Falando de Quadrinhos” com Load Comics e “O Mundo da Dublagem” com os dubladores Cassiano Ávila, Beatriz Villa e Roberto Garcia, no sábado. Já no dia seguinte, “Como Iniciar no Mundo do Stream” com Marina Chao e Robertinha, “Bora Falar de Colecionismo” com a Lia, “Trabalhando com Quadrinhos” com Jeferson Costa e Edde Wagner, “Berrando na Caixinha: Como eu vivo disso” com a dubladora Vii Zedek, foram as atrações.


Ede Galileu da Silva (43), quadrinista e responsável pelo JundComics falou do sentimento de voltar a organizar eventos presenciais. “É bem gratificante ver o evento acontecer depois de tanto tempo sem. Estamos vendo que assim como a gente, o público estava precisando. Foi bom para todos” afirmou o quadrinista. Originalmente, o evento aconteceria na cidade de Jundiaí, porém, por problemas burocráticos, o JundComics não pôde ser realizado na sua terra natal. Ameaçado a ser cancelado, o evento contou com a Secretaria de Cultura de Louveira que abriu as portas para os organizadores que, a partir disso, passaram a chamá-lo de LovComics (uma brincadeira com o nome da cidade). “Se depender do apoio da Secretaria de Cultura e Eventos de Louveira, nós podemos trazê-lo outras vezes para cá”, disse o organizador.


Além das palestras, o espaço contou com artistas como Tom Ribeiro e Thaz Desenhista, que realizavam caricaturas ao vivo, área de videogame, jogos de tabuleiro, paintball e batalha campal. O evento também contou com estandes de vendas de produtos e acessórios do universo geek, como chaveiros, almofadas, colares, camisetas, bonés, canecas, funko pop, mangás e jogos. No palco, a escola de artes marciais Wu De realizou apresentações de Kung Fu e duas bandas encerraram os dois dias de eventos. No dia 21, a banda Yoru se apresentou com músicas e temas de animes, já no dia 22, foi a vez da banda Triscore se apresentar com músicas do universo geek.


Show da banda Triscore no último dia do evento (Foto: Yasmim Dorti / O Jornaleiro)

Cosplay


Para muitos, pode até parecer apenas um hobby de gente que gosta de se fantasiar, mas para os presentes no evento em Louveira, o Cosplay é quase um estilo de vida. A palavra é original do inglês que significa Costume (Fantasia) e Role Play (interpretação), ou seja, são pessoas que além de se fantasiar com do seu personagem favorito, ainda o interpreta.


Carolina Tavares (21), vendedora, disse ter entrado neste mundo recentemente. “Eu sempre gostei de anime, então decidi tentar e deu certo. Eu acho legal você se caracterizar de um personagem e interagir com o público”. Já o subgerente de restaurante, Giselio Santos de Góes (25), contou sobre a emoção de participar de um evento como cosplayer pela primeira vez. “Este é o meu primeiro evento público, está muito bom, emocionante. Eu estava ansioso” disse ele. “Eu comecei a fazer cosplay por conta do meu amor pelo Homem Aranha, que foi o primeiro personagem que eu me fantasiei” completou o subgerente.


O concurso de cosplay foi uma das atrações mais esperadas pelo público, ja que o nível dos competidores estava bem alto. Além da categoria infantil, com crianças de até 12 anos, houve a categoria adulto, em que os competidores desfilaram com seus cosplays para serem avaliados pelos jurados que, no final, consagraram três vencedores. Diferentemente da categoria para adultos, todas os participantes da categoria infantil foram premiadas como uma forma de incentivo ao cosplay entre as crianças.

Concorrentes do concurso Cosplay na categoria Adulto (Foto por: Yasmim Dorti/ O Jornaleiro)



144 visualizações
O Jornaleiro_logo branco.png