Buscar
  • Bárbara Lima

Motoristas e passageiros colocam em xeque aplicativos de transporte individual

Medo, estresse no trânsito, insegurança, péssima remuneração e preço da gasolina são os principais problemas da atividade


Por: Bárbara Lima - 14 de maio de 2022 às 15h30


Recentemente, a Petrobras anunciou o aumento de 18,8% no preço da gasolina, este reajuste pode ocasionar uma retirada dos motoristas dos aplicativo de transporte se nada for feito para compensar a alta de custos, avaliam representantes dos motoristas. “O motorista já estrangulou tudo que tinha para estrangular”, afirma o presidente da Associação dos Motoristas de Aplicativos de São Paulo (Amasp), Eduardo Lima


O motorista de aplicativo José Roque Santana (47), ex vigilante, que atualmente trabalha como motorista de aplicativo, diz que já fazem seis anos e meio, que está nesta situação. O motorista desabafou sobre as dificuldades para quem depende dos aplicativos. “A situação é difícil para o motorista e pro passageiro, por causa do preço do combustível, má remuneração, falta de segurança. Eu sinto que tenho que ficar alerta a todo momento”, explicou José.


Do outro lado, existem passageiros que relatam como o tempo de espera por um motorista vem aumentando, e como tem sido difícil conseguir uma corrida, já que de acordo com eles, as corridas veem sendo canceladas quase que corriqueiramente, por isso os mesmo assumem estarem diminuindo o uso dos aplicativos de transporte.


"Má remuneração, falta de segurança. Eu sinto que tenho que ficar alerta a todo momento"

O estudante Lucas Martins (19), relatou que tem tido dificuldade para conseguir uma corrida, e quando consegue se sente inseguro durante as corridas. “Tem sido difícil chamar, e quando a gente consegue, bate aquela insegurança, porque tem tido muitas histórias de roubo, e até morte", disse ele. "Por isso parece que a gente tem que estar sempre alerta, por conta disso estou evitando usar esse tipo de aplicativo”, relatou o jovem.


Através de um levantamento feito pelo Fantástico (TV GLOBO), foi mostrado que ao menos 43 motoristas de aplicativo foram assassinados durante o trabalho em 2021 no Brasil. Uma realidade violenta que rodeia sem precedentes país afora, causando medo e insegurança entre motoristas e passageiros.


Motorista de aplicativo sofrem com o aumento do preço dos combustíveis (Imagem: Internet)

9 visualizações