top of page
Buscar

Conheça Ana Frango Elétrico, cantora do Indie Rock Brasileiro que estará no Lollapalooza 2023

A artista possui um prêmio Revelação do Ano (2019) pela Associação Paulista de Críticos da Arte, e duas indicações, uma ao Grammy e outra ao Prêmio Multishow de Música Brasileira



Por: Khananda Beatriz - 25 de outubro de 2022 às 22h30



Ana Frango Elétrico (foto: arquivo pessoal)

“Minha cabeça neva de nervoso, agonia, ou aflição, e se eu gosto de alguém e sinto paixão, eu adoeço do coração”, essa frase é da música “Caspa” de Ana Frango Elétrico, , uma cantora com um nome peculiar, talvez, mas que hoje é considerada uma das artistas mais icônicas do cenário do Indie Rock Brasileiro.


Ana Faria Fainguelernt, é uma carioca descendente de um artista plástico e uma psicóloga. Aos seis anos de idade entrou em uma escola de música para realizar aulas de experimentação sonora e, hoje, aos 25 anos, a cantora possui um prêmio Revelação do Ano (2019) pela Associação Paulista de Críticos da Arte, e duas indicações, uma ao Grammy Latino, com o seu álbum Little Eletric Chicken Heart e outra ao Prêmio Multishow de Música Brasileira.



No início deste mês, a equipe do festival de música Lollapalooza, divulgou o seu line-up, uma lista dos artistas que estarão presentes no próximo evento, que acontecerá nos dias 24, 25 e 26 do mês de março em 2023. Artistas conhecidos e que possuem milhares de seguidores nas redes sociais e nos Streamings de música como, Billie Ellish, Drake , Blink-182, Lil Nas X e Tame Impala estão no cronograma. Mas no próximo ano, além dessas celebridades internacionais, o festival também contará com várias bandas nacionais que não possuem tanta visibilidade assim, mas que são de grande personalidade, como é o caso da própria Ana Frango Elétrico, Aliados, Medulla, Tuyo e O Grilo.


“Desde o começo da minha carreira, eu denomino o meu som com medo de cair na caixa da Nova MPB. No meu álbum Mormaço Queima, por exemplo, chamei o gênero de ‘Bossa Pop Rock Decadente de Pinceladas de Punk’”, disse Ana Frango Elétrico a uma entrevista para o jornal Hits Perdidos, sobre o que é a sua música.





É a primeira vez que a cantora se apresentará em um grande festival como o Lollapalooza, e a artista começou a ganhar público logo após o ano de 2018 com o lançamento do álbum que ela cita na entrevista. No Instagram possui aproximadamente 40 mil seguidores e, devido a sua futura participação no festival, poderá alcançar um público maior, como é o caso do cantor Jão , após a sua apresentação com a música “Idiota”, o artista alcançou a marca de 2 milhões de seguidores na rede e hoje também possui 2 milhões de ouvintes mensais no Spotify.



Breno Amorim em Estúdio Montauk (foto:arquivo pessoal)

“A arte original, autêntica é o que move a cultura, mesmo que seja regional. Precisamos olhar exemplos como essa e porque serve de inspiração”, disse Breno Amorim (24), produtor musical no Estúdio Montauk, em Franco da Rocha, SP.



Breno iniciou o trabalho em 2020, era o grande sonho do produtor e, hoje, o seu trabalho é um dos mais procurados da região, principalmente pelas bandas que tocam no festival de música “Franco do Rock”. Para ele, o estúdio precisa oferecer estrutura, bons instrumentos e conforto. Assim, muitos podem alavancar a carreira.







Mais sobre o Coletivo Franco do Rock


Franco do Rock é um nome que se tornou conhecido na década de 90, quando diversos grupos de toda a cidade de Franco da Rocha e região se apresentavam gratuitamente e arrecadavam mantimentos para doação. Hoje, o festival continua reunindo públicos de vários lugares com diferentes estilos e idades.

“Atualmente, o coletivo é formado por 35 bandas regionais e tentamos mostrar a força dessas bandas para o público, enriquecendo a cultura local. A meta é que o poder da música contagie quem toca e quem escuta”, comentou o organizador Emerson Silva (40).

Marlon e Banda (Foto: Karina Muller)


48 visualizações

Comentarios


O Jornaleiro_logo branco.png
bottom of page